.

sábado, 29 de outubro de 2016

ENEM: "A última semana deve ser de revisão"


Falta uma semana para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o momento agora é para manter a calma. 

De acordo com Élcio Bertolla, coordenador pedagógico do CPV Educacional, é comum o aluno ficar desesperado e tentar aprender as matérias que ainda não entendeu. "Não há tempo hábil para recuperar conteúdo perdido, e a ansiedade não colabora; será mais eficiente usar esse tempo reforçando os assuntos que já estão bem compreendidos", diz.

O principal motivo para isso é o sistema complexo de cálculo das notas do Enem. Acertar questões de vários níveis de dificuldade sobre um mesmo assunto mostra consistência no conhecimento, um item muito valorizado pelo exame. Para os temas em que o aluno for menos hábil, o melhor é resolver as fáceis e deixar as difíceis para depois. Essa estratégia pode ajudar a elevar a nota.

Para revisar, nada melhor que resolver provas dos anos anteriores. "Fazendo isso, além de testar o nível de conhecimento, o aluno vai tomando intimidade com o tipo da prova", diz Bertolla. Segundo o professor, entender como as questões são feitas e que tipo de resolução elas demandam ajuda a conter o estresse. Para ajudar, o site do cursinho disponibiliza a resolução das provas dos últimos anos.

Bertolla também acredita que o uso da neurolinguística é uma maneira eficaz para modificar os pensamentos negativos. Essa última semana pode ser usada para focar em frases mentais otimistas e confiantes. "O que o aluno tem que entender é que em uma prova da dimensão do Enem ele não precisa gabaritar, e sim ir bem", finaliza.

Nenhum comentário: