.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

LAVA-JATO: "Sérgio Moro aceita Temer como testemunha de Cunha"

O juiz federal Sérgio Moro determinou que o presidente Michel Temer seja comunicado que foi indicado como testemunha de defesa do deputado cassado Eduardo Cunha. 
O magistrado também pediu que o presidente da República diga se prefere ser ouvido em audiência ou por escrito.
De acordo com despacho, Moro pede que a resposta seja dada em um prazo de cinco dias, já que o acusado está preso.
No documento, o juiz ainda solicitou que a Justiça Federal de São Bernardo do Campo, em São Paulo, expeça uma carta precatória intimando o ex-presidente Lula a depor por videoconferência. O petista também foi indicado como testemunha de defesa de Eduardo Cunha, mas a data da oitiva ainda não foi marcada.

Nenhum comentário: