.

.
.

sábado, 10 de dezembro de 2016

PODER: "Rodrigo Maia e Renan Calheiros citados na delação da Odebrecht."

A delação da Odebrecht, feita através de seu ex executivo, Cláudio Melo Filho, mostra a atuação dos presidentes da Câmara e do Senado em favor da empreiteira. O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) são citados na proposta de delação enviada à Procuradoria da República.
Rodrigo Maia entra na delação e aparece citado juntamente a pagamentos indevidos por atuação em favor da empresa na aprovação de algumas votações na Câmara. Calheiros é longamente citado na delação de Cláudio Melo Filho. Além de relatar pagamentos feitos diretamente ao senador, o executivo conta como os negócios de Renan, eram intermediados por Romero Jucá (PMDB-RR), que comandava muitas das tratativas entre alguns senadores do PMDB e a Odebrecht.
Cláudio Melo Filho, diz que em 2010, houve uma primeira contribuição para Calheiros, disponibilizada segundo um planejamento feito pela empresa, e entregue em duas parcelas de R$ 250 mil em agosto e setembro daquele ano.

Nenhum comentário: