.

.
.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

RESPOSTA: "João Maia se defende de acusações de delator"

Segundo delação premiada do ex-chefe de Serviço de Engenharia do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), Gledson Golbery de Araújo Maia, o ex-deputado federal João Maia (PR) cobrava propina de empreiteiras que eram contratadas pelo órgão para realizar obras no Rio Grande do Norte.
A denúncia veio a tona na manhã desta terça-feira, 4, e já recebeu resposta do acusado, que alegou ainda não ter tido acesso ao conteúdo das delações, mas se esquivou das denúncias. Confira abaixo nota de esclarecimento emitida pelo ex-deputado e atual presidente do diretório estadual do PR:
A imprensa divulgou nesta terça-feira (04) notícia sobre delação premiada do Sr. Gledson Golbery de Araújo Maia, ex-chefe do serviço de engenharia do DNIT no Rio Grande do Norte, na qual eu sou acusado de ter sido favorecido por irregularidades cometidas naquele órgão.
O processo tramita em segredo de Justiça, e por isso ainda não tive acesso aos autos e ao conteúdo da delação, providência essa que os meus advogados já requereram e que aguarda deferimento para que eu, conhecendo de que sou acusado, possa me defender.
Confio plenamente no Poder Judiciário, e tenho a mais firme convicção de que as investigações irão distinguir a mentira da verdade, e ao final demonstrar que são acusações infundadas de quem busca culpados para as suas próprias fraquezas. 
João da Silva Maia
Ex-deputado federal e Presidente Estadual do PR
AgoraRN


Nenhum comentário: