.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

PROPINA: "Gol teria pago R$ 20 milhões a Temer"

O doleiro Lúcio Bolonha Funaro, apontado como operador de propinas do PMDB, acusou o presidente Michel Temer (PMDB) de receber vantagens indevidas de R$ 20 milhões de Henrique Constantino, um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas, em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. A suposta propina teria sido paga em horas de voo na campanha eleitoral de 2014, segundo revelou ao jornal “O Globo” fonte que conhece o caso.
Ano passado, com apoio do governo Temer, durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), a Câmara aprovou medida provisória que permitia 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo. Funaro fez a acusação em um dos depoimentos de sua delação, homologada pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).
Como se trata de fato relacionado ao exercício do mandato de presidente, se quiser, o procurador geral da República, Rodrigo Janot, poderá incluir as informações na denúncia que está preparando contra Temer. O presidente e o ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, entre outros, estão sendo investigados por obstrução de Justiça e organização criminosa.




Nenhum comentário: