.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Temer e cúpula do PMDB apelam ao candidato de 2018 que defenda o governo

O presidente Michel Temer e a cúpula do PMDB disseram nesta segunda-feira, 18, que o candidato do campo governista na disputa presidencial de 2018 não vai conseguir dissociar a defesa das reformas do legado da atual gestão.
Durante evento realizado na Fundação Ulysses Guimarães, nesta manhã, em Brasília, o  presidente, os ministros Moreira Franco (Secretaria de Governo) e Eliseu Padilha (Casa Civil)  reforçaram que o candidato da base terá de cumprir essa missão. Segundo Temer, qualquer um que defender as reformas não terá como se dissociar de seu governo.
“Quem for candidato à Presidência da República e disser que vai continuar (no governo) ou que terá também um governo de reformas,  estará cravado na sua campanha a tese do acerto do nosso governo”, disse. O presidente do partido, Romero Jucá (RO), afirmou que as reformas “têm o carimbo” do PMDB. As informações são de O Estado de São Paulo.

Nenhum comentário: