.

terça-feira, 24 de julho de 2018

Em nota, Dr. Tiago Almeida esclarece atendimentos do Instituto Mais Saúde: "Não houve qualquer violação à Lei Eleitoral"


"Eu, Tiago de Medeiros Almeida, venho por meio da presente nota, informar que nunca usei os meus serviços médicos como ferramenta para angariar votos. É fato público e notório que sou Ortopedista e integrante do Instituto Mais Saúde, que há mais de quatro anos vem prestando os seus serviços em várias cidades do Rio Grande do Norte através de atendimento filantrópico.
Em nenhum atendimento do Instituto Mais Saúde como médico, usei meios de coerção ou pedido explícito de voto.
No entanto, os atendimentos de forma voluntária e filantrópica que propiciam o bem da população estão sendo interpretados de forma equivocada. Nesta tarde, fui surpreendido com matéria em site no qual se reporta a uma Representação Eleitoral ora formulada anonimamente e contra a minha pessoa. Em momento algum, utilizei o Instituo para me promover politicamente, não havendo pedido ou qualquer representação campanha por minha parte e pelos demais que agregam o instituo Mais Saúde.
Apesar da surpresa, de forma consciente vou exercer o meu direito de defesa e através de provas documentais e testemunhais vou demonstrar que não houve qualquer violação à Lei Eleitoral, estando os atendimentos pautados dentro da Ética e conduta médica, sem existir qualquer ato ou conduta minha, nem tão pouco dos outros profissionais que participam do Instituto Mais Saúde que possam caracterizar aliciamento eleitoral ou propaganda antecipada.
Sou médico, e por juramento atendo a todos que necessitarem, nunca distingui cor e partido em meus atendimentos e por achar que a saúde pode e deve ser diferente comecei a atender no Instituto Mais Saúde, com o intuito de proporcionar qualidade de vida ao nosso povo. Continuarei o meu trabalho de cabeça erguida, apesar das perseguições veladas que tentam tolher o direito da população em ter uma saúde de qualidade."

Nenhum comentário: