.

.
.

terça-feira, 7 de junho de 2016

POLÍTICA: "Fotos e vídeos comprometem indicação de Hermano para vice de Carlos Eduardo."

Nos bastidores da política do RN, nos últimos dias, têm circulado fortes rumores de que o deputado Hermano Morais, que havia desistido de pleitear a sua indicação como possível candidato a vice prefeito de Natal, estaria renovando agora, seu desejo de integrar a chapa majoritária. Tal fato desencadeou matérias publicadas em alguns blogs e portais abordando o assunto, como essa, cujo título foi publicado acima, e que saiu publicada no Portal Agorarn.:
Nos últimos dias, aumentou, na bolsa de apostas, a possibilidade do deputado estadual Hermano Morais (PMDB) ser indicado vice de Carlos Eduardo (PDT) para as eleições deste ano. O peemedebista é tido como terceiro na “linha de sucessão” peemedebista após Garibaldi Filho (PMDB) e Henrique Eduardo (PMDB), é identificado com Natal e tem bom “recall” da eleição passada para prefeito, quando enfrentou o próprio Carlos Eduardo.
Nos meios políticos, entretanto, tal união é vista como para lá de arriscada. Principalmente devido à existência de farto material, em fotos e vídeos, de um debate acalorado da eleição de 2012, quando Hermano afirmou que Carlos “traiu” a família ao deixar o PMDB para se filiar ao PSB e disputar a prefeitura de Natal ao lado de Wilma de Faria, em 2000.
Com base nesse material, nos meios políticos avalia-se que uma chapa Carlos/Hermano poderia sofrer danos eleitorais irreparáveis, se concretizada, caso algum marqueteiro adversário utilize o material para mostrar a incoerência da união, que poderá receber a classificação de “acordão da incoerência”, na avaliação de especialistas em política do RN.
ARTICULAÇÃO
Nos últimos dias, Hermano tenta se articular junto às principais lideranças do PMDB, no sentido de se emplacar como vice de Carlos Eduardo. Hermano, aliás, surpreende a cúpula peemedebista, por pleitear a vaga de vice, quando existem nomes demais para o posto, como os do presidente licenciado da Fecomercio Marcelo Queiroz, e do ex-secretário municipal de Turismo Fred Queiroz. Sem falar no próprio colega de Hermano na Assembleia Legislativa, deputado estadual Álvaro Dias (PMDB), que também é cogitado.
Além disso, recentemente Hermano cogitou deixar o PMDB, após adiantar bastante, conversas com o presidente estadual do Solidariedade, deputado estadual Kelps Lima. Toda essa articulação de Hermano nos últimos dias, segundo fontes peemedebistas, terminou fortalecendo a postulação de Marcelo Queiroz para vice.
O empresário, que já esteve melhor na bolsa de apostas, enfraqueceu-se no processo de escolha do vice após ter se reunido com vereadores da base governista em Natal. O encontro entre Marcelo e vereadores, inclusive do PDT, não foi bem visto por integrantes da alta cúpula peemedebista.

Nenhum comentário: