.

.
.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

IDEMA preocupado com peste de Pokémon ao Parque das Dunas

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), vem registrando aumento expressivo de frequentadores no Parque das Dunas em função do jogo Pokémon Go que usa referências do mundo real para caçar “monstros virtuais”. A área do Parque das Dunas é considerada de captura desses monstros e milhares de crianças, jovens e adultos estão utilizando o espaço para procurar Pokémons, fato que vem preocupando a diretoria do Instituto, uma vez que as normas de uso do parque estão sendo desrespeitadas.
“As pessoas estão desligando equipamentos do parque e ligando várias réguas de energia para recarregar baterias de celular, em alguns casos, envolvidas pelo jogo, elas invadem espaços de folhagem onde vivem animais nativos como répteis, além de insetos e aracnídeos, por isso estamos chamando a atenção para o cumprimento das normas de uso do local”, afirmou Mary Sorage, bióloga e gestora do Parque das Dunas.
O Idema como órgão que administra o Parque ressalta que é proibido o acesso às trilhas ecológicas sem autorização prévia; os usuários devem respeitar o horário de funcionamento do Parque que é das 8h às 18h; não é permitido utilizar a área de administração do local nem desligar equipamentos para recarregar baterias de celular, e as placas de sinalização devem ser respeitadas.

Nenhum comentário: