.

.
.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

TEMER: "Não vamos levar desaforo prá casa"

O presidente da República Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (31), na primeira reunião ministerial do governo após a aprovação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que agora a cobrança sobre o governo será “muito maior”.
Temer também pediu reação ao discurso dos partidários de Dilma de que o impeachment foi um golpe. “Golpista é você, que está contra a constituição”, afirmou. “Não vamos levar desaforo para casa”.
Temer disse que é preciso responder às acusações do tipo. “Não podemos deixar uma palavra sem resposta”, afirmou.


A reunião ministerial começou pouco mais de quatro horas após a aprovação do impeachment de Dilma pelo Senado. Na noite desta quarta, Temer viaja para a China, onde participará do encontro do G20, que reúne países com as maiores economias do mundo.

Nenhum comentário: