.

.
.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

NÉLTER QUEIROZ: "Ministério Público não tem moral para investigar ninguém"

Em entrevista ao Panorama 95 dessa segunda feira, o deputado Nélter Queirós disse que o Ministério Público não tem moral para investigar ninguém. De acordo com denúncia do Ministério Público, Nélter Queirós e mais os deputados Ezequiel Ferreira de Souza, Getúlio Rêgo, Álvaro Dias, Ricardo Mota, Márcia Maia, Raimundo Fernandes, Gustavo Carvalho e José Adécio estão sendo investigados por supostas fraudes.
Na entrevista concedida a Joelma de Souza o deputado Nélter desafiou o Ministério Público a provar que ele tenha cometido qualquer desonestidade pública. “O Ministério Pùblico tenta sujar a imagem de alguns políticos como eu. O Ministério Público não tem moral para investigar ninguém, porque ele próprio recebe dinheiro ilegal. Recebem R$ 4.500,00 reais para verba de alimentação, para aluguel de moradia e não dão os dias de expediente legais. O prédio público que eles compraram, até hoje está engavetado. O Ministério Público precisa primeiro fazer o dever de casa. Eu não tenho medo de Ministério Público, eu quero que eles venham com força e eu abro mão de minha imunidade parlamentar. Não tenho medo de fiscalização alguma, sou um homem tranquilo, não devo a ninguém, não fiz ato de roubalheira. Eu enfrento quem quer que seja do Ministério Público.” – afirmou Nèlter Queirós.
Nélter disse que espera ser citado para se defender das acusações. E tentou explicar as acusações: “Foi pago na época um direito que nós deputados tínhamos e quando o Ministério Público viu tudo sendo pago de uma só vez entendeu existir desonestidade. É um direito que eu tive e todos tiveram e esse direito é legal. Se você olhar a petição o juiz não está condenando, eu estou de cabeça erguida.” – finalizou.  
Fonte: Blog do Marcos Dantas.

Nenhum comentário: