.

.
.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

EXEMPLO: "Prefeito corta 200 cargos, reduz salários e toca mais de 20 obras em São Gonçalo"

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio de Medeiros (PR), avalia de maneira positiva os 100 primeiros dias de sua gestão à frente do terceiro maior município da Região Metropolitana de Natal. Segundo o chefe do Executivo, o principal esforço da nova administração tem sido no sentido de economizar e alinhar as despesas à nova realidade financeira do município.
“São Gonçalo não é uma ilha. O município tem sofrido muito com a queda de receita, que não acompanha a inflação nem as demandas do município. Por isso, temos feito um esforço muito grande, economizando”, enfatiza o prefeito.
Entre as medidas tomadas pela gestão no sentido de melhor controlar as finanças públicas, Paulo Emídio ressalta a emissão de um decreto reduzindo as despesas em 20% em todos os setores. Os próprios salários do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários foi reduzido. Além disso, segundo o prefeito, a assiduidade dos servidores municipais tem sido acompanhada a fim de buscar maior produtividade do funcionalismo público. “Queremos otimizar o trabalho, com eficiência e custos menores. Esse tem sido o nosso grande desafio”, afirma Paulo.
De acordo com o prefeito, que sucedeu Jaime Calado (PR) no cargo, essas ações – que incluem o fato de ainda haver secretarias sem titulares e mais de 200 cargos comissionados aguardando nomeação, o que está sendo avaliado – têm permitido que o município dê continuidade a obras importantes iniciadas na gestão passada. “Estamos tocando mais de 20 obras de grande alcance social na cidade e realizamos vários eventos sociais”, destaca Paulo.
Neste conjunto de obras, o prefeito cita, além de projetos na área social, a pavimentação de mais de 100 ruas, serviços de corte de terras na zona rural e reforma de 26 escolas na cidade. “Estamos trabalhando e lutando para fazer o melhor possível e atender aos anseios da população”, enfatiza o gestor.

Nenhum comentário: