.

.
.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Eunício, Agripino, Cássio Cunha Lima e Tasso Jereissati analisam situação de Aécio

O jornal “O Estado de São Paulo”, “Estadão”, divulgou que os senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE), Aloysio Nunes (PSDB-SP), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Agripino Maia (DEM-RN), conversaram durante horas na casa de Eunício Oliveira (PMDB-CE – presidente do Senado), sobre a situação de Aécio Neves (PSDB-MG), que teve o mandato suspenso por decisão judicial.
Todos demonstraram preocupação com o desenrolar do caso. Nessa conversa, Eunício disse “ter se livrado” de um encontro com Ricardo Saud, diretor da JBS (e delator), por ter sofrido isquemia e na época, estava se tratando. Saud ligou 17 vezes tentando marcar agenda, para “conversar com o senador.” A nota foi repercutida na coluna Aparte, com o jornalista Arimatéa Souza.

Nenhum comentário: