.

.
.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

PARCIALIDADE: "Sérgio Moro livra mulher de Cunha da prisão, “por falta de provas”.

O juiz federal Sérgio Moro, absolveu nesta quinta-feira, dia 25, a mulher do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Cláudia Cruz, dos crimes de lavagem de dinheiro e de evasão fraudulenta de divisas, em processo na Operação Lava Jato.
O magistrado apontou ‘falta de provas suficientes’ de que (Cláudia Cruz) agiu com dolo’ ao manter conta na Suíça com mais de US$ 1 milhão, dinheiro supostamente oriundo de propina recebida pelo marido.
Segundo a denúncia, Cláudia Cruz era ‘a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, por meio da qual pagou despesas de cartão de crédito no exterior em montante superior a US$ 1 milhão num prazo de sete anos (2008 a 2014)’. O Ministério Público Federal apontou que o valor de US$ 1 milhão gasto por Cláudia é ‘totalmente incompatível com os salários e o patrimônio lícito de seu marido’.


Nenhum comentário: