.

domingo, 25 de junho de 2017

POLÍTICA: "Depois de FHC, foi a vez de Serra dizer que João Dória é uma fraude"

O prefeito de São Paulo, João Doria, não terá um caminho fácil para se viabilizar candidato do PSDB à presidência da República, a despeito da morte política do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e do péssimo desempenho nas pesquisas do governador Geraldo Alckmin.
Isso porque tucanos históricos não engolem seu estilo populista, à la Jânio Quadros.
Primeiro foi o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso quem afirmou que o atual prefeito de São Paulo, João Doria, só sabe mexer no celular e não produziu nenhuma mudança relevante em São Paulo – no que tem razão.
Agora, o ex-governador José Serra, também com razão, foi além e disse que Doria é “um blefe”, segundo informa a coluna Radar.
Mais do que isso, Serra garantiu que deixará o PSDB se Doria vier a ser o candidato do partido à presidência da República.
Doria também pode ser alvo de impeachment por ter favorecido a Ambev no carnaval de São Paulo.

Nenhum comentário: