.

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

POLÍTICA: "Mesmo com tantos escândalos renovação no congresso deve ser menor"

Estudo do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) projeta um índice menor de renovação do Congresso nas eleições de 2018, abaixo da média de 49% dos últimos cinco pleitos. As razões apontadas são: maior número de candidatos que vão tentar a reeleição; redução para 45 dias do tempo de campanha; base eleitoral já consolidada de quem tem mandato; maior poder de barganha dos atuais congressistas nas negociações com os partidos por tempo de TV e recursos do fundo eleitoral para financiar suas candidaturas.
Interesses. Os analistas do Diap, entidade que há 34 anos observa o comportamento do Congresso, apostam no aumento do número de deputados federais que vão buscar a reeleição por um motivo: manter a prerrogativa de foro.
Os investigados. Para o Diap, a Lava Jato só terá efeito nas eleições de 2018 se os políticos começarem a ser julgados pelo Supremo antes da campanha. Caso contrário, terão o álibi de dizer que são inocentes. As informações são da Coluna do Estadão.

Nenhum comentário: