.

.
.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

LAVA-JATO: "Ex-Ministro Geddel Vieira(PMDB) arrecadava propina na Caixa Econômica Federal"

Vem pra Caixa você também…vem!

A letra do conhecido jingle da Caixa parece mais atual do que nunca quando se trata do PMDB.

Ex-ministro do governo Temer, o baiano Geddel Vieira, do PMDB, é suspeito de integrar ‘quadrilha’ que arrecadava propinas na Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2013, período em que ocupou o cargo de vice-presidente de pessoa jurídica do banco estatal. 


Essa semana, inclusive, ele foi alvo de busca e apreensão onde a Polícia Federal levou documentos de um imóvel de sua propriedade em Salvador.

Também são apontados como integrantes do esquema na Caixa, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, do PMDB, o doleiro Lúcio Funaro, (os dois presos na Lava Jato), e o vice-presidente do banco, Fábio Cleto.

Agora a Polícia Federal investiga indicação do presidente Michel Temer, do PMDB, na Caixa Econômica.

O atual vice-presidente de Governo da Caixa, Roberto Derziê, é citado na “Operação Cui Bono?” da Polícia Federal. Segundo as investigações, ele teria atendido a um pedido do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Derziê é a indicação pessoal de Temer.


Só relembrando…
Ao longo das investigações da Lava Jato, Ministério Público e Polícia Federal já haviam recolhido indicativos da atuação de Eduardo Cunha junto ao fundo de investimento do FGTS (FI-FGTS) da Caixa.

Inclusive Cunha e o ex-ministro e ex-presidente da Câmara, Henrique Alves, também do PMDB, viraram réus no processo que apura fraude nos fundos da Caixa.


Portanto, a Caixa Econômica e seus escândalos é a bola da vez na lava jato.


Nenhum comentário: